Último evento do segundo dia de SET trouxe reflexões sobre a contribuição individual das pessoas para a sociedade

Como o próprio nome já anunciou, o tema do painel foi o impacto social positivo que cada indivíduo gera na sociedade, e o time de convidados provocou reflexões na audiência

O segundo dia do 33º SET Universitário foi encerrado com o painel ‘Impacto social positivo: o que você está fazendo?’, que, como o nome já diz, fez a provocação sobre o que cada indivíduo produz de positivo para a sociedade. O painel contou com 5 convidados: Caio Magri, Carla Vieira, Guilherme Brammer, Mariana Serra e Sônia Bridi. A mediadora do papo foi a coordenadora do curso de Relações Públicas da Famecos, Prof.ª Ana Baseggio.

Caio Magri, sociólogo graduado pela Universidade de São Paulo (USP) e diretor-presidente do Instituto Ethos, que visa ajudar empresas a realizarem gestões socialmente responsáveis, dividiu com os convidados e a audiência um pouco do impacto positivo que o instituto procura gerar. Destacando a importância da igualdade social para o desenvolvimento geral não só das empresas, mas da sociedade como um todo.

Carla Vieira, Bacharel em Sistemas de Informação pela Universidade de São Paulo (USP), trouxe o projeto perifaCode, no qual é co-fundadora. Falou sobre o objetivo de levar a tecnologia para dentro das periferias, acreditando que lá existe um grande potencial não aproveitado. Um dos focos do projeto destacado por Carla é a abertura de oportunidades para que a representatividade da periferia em lugares de destaque possa aumentar cada vez mais, ou nas palavras dela, “quais portas a Carla de hoje consegue abrir para que mais Carlas possam surgir no futuro”.

Sônia Bridi, repórter especial do Fantástico e com uma rica experiência em viagens para diversos lugares do planeta, gera impacto social através da apresentação de temas relevantes para a sociedade. No painel, Sônia compartilhou a experiência de alguns lugares que visitou, como vilarejos arrasados pela Aids em Uganda, mercados de animais silvestres na China, geleiras com degelo acelerado na Antártida, destacando em cada um deles como as ações humanas geram impactos ambientais, e como isso se volta contra os próprios humanos.

Guilherme Brammer, formado em Engenharia de Materiais pela Universidade Mackenzie, contou sobre o impacto social gerado pela Boomera, uma empresa que trabalha com economia circular e reciclagem de resíduos. Além de ajudar empresas grandes como Adidas, Volkswagen, P&G, Natura, Unilever e várias outras a fazerem o mesmo. Focando na Boomera, Guilherme expõe alguns conceitos de desperdício que vêm gerando impactos ambientais negativos e conta como a sua startup trabalha para minimizá-los através da economia circular. Comentou sobre a união com as cooperativas de catadores pelo Brasil, cujos cooperados fazem a logística reversa acontecer, melhorando a qualidade de trabalho deles e gerando impactos sociais positivos.

Mariana Serra, idealizadora e co-fundadora da VV (https://volunteervacations.com.br/),   organização que trabalha com educação através de experiências humanitárias, trouxe suas experiências pessoais, contando sobre sua vontade de atuar em causas humanitárias. Também, as ações feitas pela instituição, que atua em países pobres ou afetados por doenças, além das regiões brasileiras na mesma situação, ajudando aos necessitados. O impacto social que gerado se dá através desse tipo de ajuda humanitária e da vontade de sempre contribuir com a melhoria das condições do próximo.

A provocação do painel centrou a discussão nos exemplos dos convidados para projetar em nós a reflexão sobre o impacto social gerado por cada um. Onde e como é possível atuar para uma sociedade melhor, mais igual, mais sustentável. Quais os pontos possíveis precisam melhorar. O conteúdo pode ser acessado em no site do SET

Por Rafael Zanotti

29/10/2020

Último dia de SET começou cheio de atividades para todos os gostos

Último dia de SET começou cheio de atividades para todos os gostos

Com grande variedade na agenda, a manhã do último dia do 33º SET Universitário trouxe conteúdo sobre fotografia, jornalismo digital, técnicas de encadernação sem costura e muito mais  O último dia de SET chegou, mas a agenda segue intensa. Logo às 8h da manhã, já...